colágeno para cartilagem do joelho

Colágeno para cartilagem do joelho funciona? Confira os mitos e verdades

O colágeno para cartilagem do joelho, chamado UC-II ou colágeno tipo 2, é uma proteína muito importante, que age diretamente no sistema imunológico, auxiliando na manutenção das articulações do joelho.

O UC-II também age combatendo processos inflamatórios nas regiões com articulações. É muito indicado para a suplementação de atletas que apresentam lesões causadas por atividades físicas e para os idosos.

Entenda como funciona o colágeno para cartilagem do joelho e confira alguns mitos e verdades sobre esse suplemento.

O que é colágeno?

O colágeno é uma proteína fundamental ao corpo humano. Ao todo, há 16 tipos de colágeno no organismo, e os principais são os tipos I, II e III.

Basicamente, os tipos I e III são encontrados em órgãos, tendões, ossos e na pele. Por outro lado, o tipo II é conhecido por ser uma proteína presente em cartilagens articulares, como é o caso do joelho.

Quantos tipos diferentes de colágeno existem?

Há, no mercado, alguns tipos de colágeno com diferentes objetivos de suplementação. Os principais são:

  • Gelatina de colágeno: uma categoria de colágeno parcialmente hidrolisado (quebrado);
  • Colágeno hidrolisado (ou peptídeos de colágeno): trata-se de um colágeno “quebrado” em pequenas cadeias de aminoácidos. Alguns nomes comerciais desse colágeno são: Verisol® (focado em pele e cabelos), Bodybalance® (especialmente importante para desenvolvimento de massa muscular), Mobility® (mobilidade), Disfor® (osteoartrite);
  • Colágeno não desnaturado, ou colágeno tipo 2: é o colágeno em sua forma íntegra, cujo nome comercial é UC-II® e também o B2Cool®.

O colágeno UC-II funciona?

O colágeno UC-II, amplamente utilizado como suplemento para a cartilagem do joelho, é derivado do esterno do frango, e o mecanismo principal de ação ocorre por um processo chamado tolerância oral.

Basicamente, a ingestão do suplemento de colágeno para cartilagem do joelho tem como finalidade diminuir uma possível reação inflamatória, assim como combater a destruição da proteína tipo II na cartilagem.

Alguns mitos e verdades sobre o colágeno tipo UC-II

O colágeno tipo UC-II pode ajudar a cartilagem dos joelhos?

Tudo indica que sim. Estudos demonstram uma potencial melhoria da mobilidade articular (de 33 a 40%), possibilitando ao paciente diminuir o uso de analgésicos.

Ou seja, ao administrar o uso de suplemento do colágeno UC-II, o paciente tende a diminuir a necessidade de medicamentos para o controle da dor.

O colágeno diminui gradativamente no organismo com o passar do tempo? 

Sim. O processo de envelhecimento do corpo humano, principalmente após os 30 anos de idade, atua na diminuição gradual da proteína de colágeno.

Além disso, fatores externos e hábitos de vida envolvendo radiação solar, poluição, tabagismo e estresse também corroboram para a diminuição do colágeno naturalmente produzido pelo corpo.

Ademais, é possível afirmar que mesmo uma alimentação pobre em nutrientes pode influenciar na produção de colágeno pelo organismo, uma vez que é preciso ter minerais, vitaminas, aminoácidos e antioxidantes para a sintetização da proteína.

Cremes e soluções de uso tópico com colágeno funcionam? 

Não. O colágeno não consegue ser absorvido pela pele, por ter uma estrutura molecular considerada muito grande. Isso significa que de nada adianta utilizar essa proteína de forma tópica.

Ao invés de utilizar cremes à base de colágeno, o paciente pode optar pela suplementação com colágeno para cartilagem do joelho, como é o caso do suplemento desenvolvido e comercializado pela Farmácia Sempre Viva.

É crucial associar a ingestão de colágeno à de antioxidantes?

Sim. O corpo humano é afetado pelos radicais livres, moléculas tóxicas produzidas pela radiação, pela poluição e pelo próprio corpo humano.

Os radicais livres dificultam a ação do colágeno, e os antioxidantes são os principais responsáveis por combater essas moléculas.

Por isso, é fundamental utilizar o suplemento em conjunto com uma fonte de antioxidantes, como a vitamina C.

Além dela, alguns alimentos que fornecem antioxidantes ao corpo são:

  • Abacaxi;
  • Aveia;
  • Azeite de oliva;
  • Chá-verde;
  • Frutas cítricas;
  • Frutas vermelhas;
  • Linhaça;
  • Mamão.

Colágeno engorda?

Mito. O colágeno é uma proteína abundante no corpo humano, fundamental para a formação de tecidos, músculos e cartilagens.

Se consumido adequadamente, ou seja, via suplementação, não chega a apresentar uma quantidade significativa de calorias.

Conheça o suplemento de colágeno para cartilagem do joelho

A Farmácia Sempre Viva fornece o suplemento de colágeno para cartilagem do joelho UC-II aos pacientes que querem diminuir as dores do joelho, combatendo processos inflamatórios e lesões de forma natural.

Conheça o suplemento UC-II aqui no site e fique à vontade para entrar em contato pelo chat, caso tenha dúvidas.

Imagem padrão
Vivian Costa

Olá, sou a Vivian Costa, Farmacêutica, apaixonada por saúde preventiva, antienvelhecimento e beleza, com foco para minha Farmácia de Manipulação; a Sempre Viva. Estou sempre atenta às novidades, adoro desenvolver novas fórmulas e vou compartilhar um pouco de tudo com vocês. Veja um pouco da minha trajetória em: https://blog.farmaciasempreviva.com.br/curriculo/

Artigos: 308

Deixe uma resposta