Diabetes do tipo 2 traz uma série de restrições na alimentação para que o paciente consiga controlar e tratar esta doença. Esta forma de diabetes mellitus afeta principalmente pacientes com idade mais avançada e também têm afetado pessoas mais jovens, influenciado por hábitos alimentares ruins.

Além da restrição alimentar, uma das consequências que mais impactam no cotidiano do homem com a diabetes tipo 2 pode ser a Disfunção Erétil, que é sentida na vida conjugal e amorosa. A popular “impotência sexual” é a falta da obtenção de uma ereção satisfatória para o ato sexual.

A boa notícia é que nas últimas décadas muitas pesquisas e novas descobertas revolucionaram tanto o campo do estudo da diabetes, assim como houve uma revolução no tratamento de um dos seus efeitos colaterais – a disfunção erétil.

Os inibidores da PDE-5 – Viagra (Citrato de Sildenafila), Ciallis (Tadalafila) e Levitra (Cloridrato De Vardenafila), ajudaram 70% dos homens com disfunção erétil a ter uma ereção satisfatória para a penetração*.

Mas cerca de 30% dos pacientes com disfunção erétil que tomaram a medicação de via oral não responderam satisfatoriamente, ou seja, ou não conseguiram a ereção suficiente, ou o efeito colateral do “azulzinho” ou “amarelinho” foi grande o suficiente para não suportarem. Esses efeitos incluem dor de cabeça, palpitações, dores musculares, má digestão, náuseas, tonturas, aumento na pressão sanguínea.

Isso aliada à condição da Diabetes, considerada uma CARDIOPATIA, compromete ainda mais a possibilidade dos diabéticos com disfunção erétil terem uma ereção satisfatória, ao utilizarem os inibidores da PDE-5.

Caso você é diabético e seu médico não quis te receitar nenhum inibidor da PDE-5 (Viagra, Cialis) isso é explicado porque esses remédios potencializam o risco de ataques cardíacos!

Saiba que os adultos diabéticos têm de duas a quatro vezes mais chances de ter doenças cardíacas, se comparados aos adultos sem diabetes.

Então se o Viagra, Cialis, Levitra, Helleva não dão certo, qual remédio pode trazer de volta as ereções?

Conheça a solução para os diabéticos e cardiopatas – o Alprostadil!

Com ação diferente dos comprimidos inibidores da PDE-5 o Alprostadil é um dos únicos tratamentos efetivos para disfunção erétil. Já que sua ação é direta nos corpos cavernosos ao favorecer a oxigenação necessária para a chegada do fluxo sanguíneo e assim permitir a ereção peniana. Isso também evita a interação com outros medicamentos utilizados no tratamento da diabetes e cardiopatias.

Nosso organismo não consegue absorver o Alprostadil pela via oral, então a aplicação é feita diretamente no pênis, no canal da uretra (veja a figura abaixo). A administração da medicação anteriormente era através de dolorosas injeções penianas intracavernosas – o Caverject®, a inovação apresentada é o Alprostadil em Pentravan – um creme (pomada) transdérmico aplicado no canal da uretra, que possibilita a absorção pelo corpo cavernoso do pênis.

Aplicação do Alprostadil em creme

Aplicação do Alprostadil em creme: imagens meramente ilustrativas

Quer saber mais sobre o Alprostadil em creme/pomada para Disfunção Erétil?
A Farmácia Sempre Viva envia para todo o Brasil o kit composto pelo Alprostadil em creme Pentravan® na caneta aplicadora Airless. Clique aqui para fazer contato!

Fonte:

Aversa A., Bruzziches R, Pili M, Spera G. Phosphodiesterase 5 inhibitors in the treatment of erectile dysfunction. Curr Pharm Des. 2006;12(27):3467-84.
https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/17017940

Olá, sou a Vivian Costa, Farmacêutica, apaixonada por cosméticos e tudo relacionado à beleza, saúde e atividade física foco da minha Farmácia de Manipulação; a Sempre Viva. Estou sempre atenta às novidades, adoro desenvolver novas fórmulas e vou compartilhar um pouco de tudo com vocês.

Vivian Costa
Vivian Costa
Olá, sou a Vivian Costa, Farmacêutica, apaixonada por cosméticos e tudo relacionado à beleza, saúde e atividade física foco da minha Farmácia de Manipulação; a Sempre Viva. Estou sempre atenta às novidades, adoro desenvolver novas fórmulas e vou compartilhar um pouco de tudo com vocês.