mulher com pele jovem após usar hidroquinona

Hidroquinona: para que serve e os principais benefícios

Entenda o que é a hidroquinona, para que serve e por que essa substância é muito utilizada no cuidado com a pele.

A hidroquinona é uma substância presente em pomadas e formulações, feitas com o intuito de combater manchas escuras na pele, principalmente no rosto.

Continue a leitura que nesse artigo vamos tirar todas as suas principais dúvidas relacionadas à hidroquinona.

O que é a hidroquinona?

A hidroquinona é um composto químico frequentemente utilizado em produtos dermatológicos para o tratamento de hiperpigmentação da pele. É reconhecida principalmente por sua eficácia no clareamento de manchas escuras, como aquelas causadas por melasma, sardas e outras condições relacionadas ao excesso de pigmentação. Disponível em diversas formulações, como cremes, géis e pomadas, a hidroquinona é aplicada topicamente na pele.

Em quais apresentações a hidroquinona é encontrada?

É possível encontrar a hidroquinona em formato de gel, creme e pomada, e é crucial adquirir o produto em uma farmácia de confiança, como é o caso da Farmácia Sempre Viva.

A Farmácia Sempre Viva fornece cremes cuja formulação contém a hidroquinona e outros compostos que ajudam a combater o excesso de pigmentação da pele, como é o caso do Synovea HR.

pote de creme clareador no combate às manchas de peles que contém a substância hidroquinona

Como funciona?

A hidroquinona funciona como um agente clareador da pele, atuando diretamente no processo de produção de melanina, o pigmento responsável pela coloração da pele. Seu mecanismo de ação é baseado em duas principais atividades: a inibição da enzima tirosinase e destruição de melanócitos.

A tirosinase é uma enzima crucial no processo de síntese da melanina. A hidroquinona age inibindo a atividade desta enzima, o que leva à redução na produção de melanina. Ao diminuir a quantidade de melanina produzida, a hidroquinona ajuda a clarear as áreas da pele que estão hiperpigmentadas

Em alguns casos, a hidroquinona pode também levar à destruição de melanócitos, as células responsáveis pela produção de melanina. Isso contribui ainda mais para o efeito clareador em áreas de hiperpigmentação.

Hidroquinona: para que serve?

A hidroquinona é utilizada principalmente como um agente clareador de pele em tratamentos dermatológicos. As principais aplicações incluem:

  • Clareamento de manchas escuras: a hidroquinona é eficaz no tratamento de manchas escuras ou hiperpigmentação na pele. Estas podem ser causadas por uma variedade de fatores, incluindo exposição solar, envelhecimento, inflamação, e condições de pele como melasma e hiperpigmentação pós-inflamatória;
  • Tratamento de melasma: o melasma, caracterizado por manchas amarronzadas no rosto, muitas vezes desencadeado ou agravado pela gravidez ou uso de contraceptivos orais, pode ser tratado com hidroquinona para clarear essas manchas;
  • Redução de manchas de acne: a hidroquinona também é usada para tratar manchas escuras causadas pela acne, ajudando a clarear áreas de hiperpigmentação resultantes de lesões de acne;
  • Tratamento de outras formas de hiperpigmentação: a substância pode ser indicada para outras condições que causam escurecimento da pele, como sardas ou manchas de idade.

É importante destacar que o uso da hidroquinona deve ser feito sob orientação e supervisão médica, devido aos potenciais efeitos colaterais e à necessidade de uso correto para alcançar resultados eficazes e seguros.

Veja também: Cisteamina para tratamento do melasma / cisteamina 5

É preciso receita médica para adquirir a Hidroquinona?

Não. Apesar disso, é muito importante comprar a Hidroquinona sob prescrição médica, pois o medicamento pode apresentar efeitos colaterais se aplicado incorretamente.

Como devo armazenar a Hidroquinona?

A Hidroquinona é um medicamento que deve ser mantido protegido da luz e da umidade, de preferência, em temperaturas entre 15 °C e 30 °C.

Ademais, é recomendável realizar a limpeza da tampa e do bico da bisnaga com lenço de papel após o uso, para evitar o escurecimento causado pela oxidação da substância.

Em caso de escurecimento do bico e da parte interior da tampa, não é preciso descartar o produto, basta retirar a parte escurecida.

Qual é a forma correta de usar?

Quem pretende aplicar a hidroquinona precisa ficar atento ao modo de uso. Por se tratar de um composto da família dos ácidos, é fundamental evitar a exposição ao sol, por exemplo.

A pomada, o gel ou o creme devem ser aplicados sobre a pele, com uma fina camada, duas vezes ao dia ou de acordo com a indicação.

Durante o dia, é crucial evitar a exposição ao sol e utilizar protetor solar com fator de proteção de, no mínimo, 50 fps.

Mesmo após o tratamento, com as manchas já mais claras, é preciso tomar bastante cuidado com a exposição solar e se ater ao uso diário de protetor solar.

Que cuidados se deve ter durante o tratamento?

Durante o tratamento com hidroquinona, é importante tomar diversos cuidados para garantir a eficácia do tratamento e minimizar o risco de efeitos colaterais. Eis os principais:

  • Consulta médica: antes de iniciar o uso da hidroquinona, consulte um dermatologista para avaliar se é apropriada para sua condição de pele;
  • Aplicação localizada: aplique a hidroquinona somente nas áreas afetadas pela hiperpigmentação, evitando o uso em grandes áreas do corpo;
  • Observar reações adversas: se ocorrerem reações adversas como vermelhidão, coceira ou irritação, interrompa o uso imediatamente e consulte um médico;
  • Teste de toque: realize um teste de toque aplicando uma pequena quantidade do produto em uma área discreta da pele e observe por 24 horas para verificar possíveis reações;
  • Acompanhamento médico: faça acompanhamento regular com seu dermatologista para monitorar a resposta da pele ao tratamento e fazer ajustes conforme necessário;
  • Cuidado com produtos combinados: evite o uso de outros produtos que possam irritar a pele, como esfoliantes fortes, outros ácidos e certos cosméticos;
  • Limitar a duração do tratamento: a hidroquinona não deve ser usada continuamente por longos períodos. Siga as orientações do seu médico quanto à duração do tratamento;
  • Evitar contato com os olhos: tenha cuidado para não aplicar a hidroquinona perto dos olhos, nariz ou boca.

Seguindo esses cuidados, você pode ajudar a garantir a segurança e eficácia do tratamento com hidroquinona.

Hidroquinona e os efeitos colaterais

Possíveis efeitos colaterais da Hidroquinona:

  • Coceira;
  • Descamação;
  • Inflamação excessiva;
  • Vermelhidão;
  • Vesículas (bolhas) e sensação leve de queimação.

Há outras reações adversas mais raras, que envolvem o surgimento de manchas amarronzadas nas unhas, mas tendem a desaparecer com a suspensão do medicamento.

Nos casos de uso inadequado e/ou muito prolongado da Hidroquinona, podem surgir locais de hiperpigmentação da cor marrom no local onde o produto foi aplicado com mais frequência e intensidade, efeito adverso que pode surgir em pessoas de pele pouco sensível, com mais melanina.

Contraindicações

Gestantes devem fazer uso de hidroquinona apenas sob orientação médica. No mais, a substância é contraindicada para pessoas que apresentam hipersensibilidade a algum dos componentes da fórmula.

Hidroquinona na gravidez: é indicado?

Não há estudos suficientes que comprovem a segurança do farmacológico em gestantes e puérperas. Nesses casos, é preciso passar pela avaliação de um médico e utilizar apenas os medicamentos prescritos.

Caso a mulher descubra a gravidez enquanto utiliza a Hidroquinona, é preciso notificar o médico imediatamente e interromper o uso, enquanto não agenda uma nova consulta.

Atenção: o medicamento não deve ser utilizado por gestantes sem orientação médica.

Superdosagem de Hidroquinona: o que acontece?

Na Hidroquinona tópica, não há relatos de reações adversas sistêmicas causadas pelo uso em excesso. Porém, é importante realizar a prova de toque, ou seja, aplicar uma pequena quantidade em partes do corpo e observar se há sensação de queimação ou surgimento de eritema transitório.

Caso o paciente utilize uma grande quantidade de Hidroquinona e apresente alguma reação adversa grave, é preciso procurar atendimento médico urgentemente, diretamente no consultório ou no pronto-socorro.

Se possível, é importante ter a embalagem ou bula do medicamento em mãos na hora do atendimento.

Hidroquinona: conheça o catálogo de produtos da FSV

A Farmácia Sempre Viva se destaca no mercado pela sua expertise em desenvolver formulações personalizadas que incluem a hidroquinona, um ingrediente amplamente reconhecido e valorizado no cuidado com a pele. Entendendo o que é a hidroquinona, para que serve e por que essa substância é muito utilizada no cuidado com a pele, a FSV oferece uma gama de produtos especialmente projetados para atender às necessidades individuais de cada cliente.

Nossos cremes e pomadas à base de hidroquinona são formulados não apenas para tratar eficazmente a hiperpigmentação, mas também para garantir a segurança e conforto durante o uso. A hidroquinona, conhecida por sua eficácia no clareamento de manchas escuras e melasma, é combinada com outros ingredientes ativos para potencializar os resultados e promover uma pele mais uniforme e radiante.

No site da Farmácia Sempre Viva, você pode explorar nosso catálogo detalhado, contendo informações sobre cada produto que contém hidroquinona. Disponibilizamos descrições completas, incluindo os benefícios, modo de uso e recomendações para maximizar a eficácia do tratamento.

Entre em contato conosco e faça o orçamento de um creme manipulado com hidroquinona e descubra como nossos produtos podem rejuvenescer e revitalizar sua pele.

Vivian Costa
Vivian Costa

Olá, sou a Vivian Costa, Farmacêutica, apaixonada por saúde preventiva, antienvelhecimento e beleza, com foco para minha Farmácia de Manipulação; a Sempre Viva. Estou sempre atenta às novidades, adoro desenvolver novas fórmulas e vou compartilhar um pouco de tudo com vocês. Veja um pouco da minha trajetória em: http://blog.farmaciasempreviva.com.br/curriculo/

Artigos: 408

Deixe uma resposta