A impotência sexual chega a preocupar o público masculino mais do que câncer

A impotência sexual causa mais preocupação para o público masculino do que o câncer. A Sociedade Brasileira de Urologia (SBU), em estudo realizado com parceria da farmacêutica Bayer, descobriu que a disfunção erétil é a segunda doença mais temida pelos homens brasileiros, ficando atrás apenas de doenças cardiovasculares (como infarto) e permanecendo na frente do câncer.

A impotência é um medo unânime entre os homens, presente há séculos, já que o órgão sexual masculino simboliza seu poder, e a disfunção erétil representa o pavor que todo homem tem de perder esse poder.

Medo da impotência é maior que o de doenças graves

De acordo com o estudo da Sociedade Brasileira de Urologia, o medo que os homens têm da impotência sexual é maior que o medo de doenças graves, como câncer de pulmão, diabetes e câncer de próstata. Ainda que cerca de 10 milhões de homens sofram da condição no Brasil, e que ela atinja até 50% dos brasileiros acima dos 40 anos, o assunto ainda é considerado um tabu.

Por conta disso, há uma resistência por parte dos homens para irem ao consultório médico pela primeira vez. A princípio chegam tímidos, com receio de contar o que realmente estão sentindo, mas depois dos primeiros resultados começam a cooperar mais e seguir todas as orientações médicas.

Principais sintomas da impotência sexual

Para que um homem seja diagnosticado com impotência, precisa apresentar um quadro de disfunção erétil permanente, ou seja, as falhas ocasionais não se enquadram na categoria, já que podem acontecer com todos os homens.

Por outro lado, a impotência sexual pode se tornar um problema que vai muito além da falta de ereção, sendo caracterizada pela ausência de desejo (ou de orgasmo) e ejaculação precoce (ou muito retardada). O termo impotência sexual vem sendo substituído aos poucos por “disfunção erétil”, quando para falar especificamente da falta de ereção satisfatória para manter uma relação sexual.

Tratamento para impotência sexual

A disfunção erétil pode ser tratada de diversas formas. Seu tratamento dependerá das especificidades de cada caso. De toda forma, hoje existem algumas opções mais populares:

– Aparelhos a vácuo são muito utilizados para incentivar a ereção por homens que não utilizam medicamentos ou que não seguem outros tipos de tratamentos;

– Terapias que visam à reposição hormonal em homens a partir dos 40 anos são bastante difundidas e encontradas em formato de cápsulas, adesivos ou injeções que elevam os níveis de testosterona e facilitam a ereção;

– A cirurgia de implantação de próteses penianas, por sua vez, é adotada apenas como último recurso, quando todos os outros tipos de tratamentos não obtiveram êxito;

O Alprostadil em creme é um tratamento que tem obtido grande sucesso para a impotência sexual. A aplicação é feita no canal da uretra e utiliza para isso um creme transdérmico (que possibilita a absorção pela pele). Apesar de utilizar o mesmo princípio ativo, ele é diferente do Caverject, que é aplicado através de dolorosas agulhas.

O Alprostadil em creme Pentravan é uma das soluções menos invasivas que existem no mercado para o tratamento da disfunção erétil.

O Alprostadil é um tratamento em creme (ou pomada), para combater a impotência sexual em homens. Na Farmácia Sempre Viva, é possível encontrar o Alprostadil em base Pentravan, que substitui as temidas agulhas e não causa dor, garantindo a plena eficácia do medicamento.

Alie o tratamento do Alprostadil com a estimulação do Óxido Nítrico, uma molécula fundamental para a obtenção de uma ereção de qualidade.

Conheça também a Maca Peruana com padrão farmacêutico da Sempre Viva.

Veja mais: ​Óleo de Sucupira​ – ​Alprostadil Pomada​ – ​Lowat

Vivian Costa
Vivian Costa

Olá, sou a Vivian Costa, Farmacêutica, apaixonada por saúde preventiva, antienvelhecimento e beleza, com foco para minha Farmácia de Manipulação; a Sempre Viva. Estou sempre atenta às novidades, adoro desenvolver novas fórmulas e vou compartilhar um pouco de tudo com vocês. Veja um pouco da minha trajetória em: http://blog.farmaciasempreviva.com.br/curriculo/

Artigos: 413

Deixe uma resposta