Imagem de senhora segurando o pulso com artrite reumatoide

O que é artrite reumatoide? Sintomas e tratamentos

A artrite é um termo que muitos ouvem, mas poucos compreendem. Especificamente, quando se fala em artrite reumatoide, existem muitas dúvidas. Afinal, o que é artrite reumatoide? É o mesmo que artrite comum ou artrose? 

Neste artigo, mergulharemos nesse universo, desvendaremos os sintomas, tratamentos e tudo o mais que você precisa saber sobre essa condição. Continue a leitura e esclareça todas as suas dúvidas!

O que é artrite reumatoide?

A artrite reumatoide (AR) é uma doença sistêmica autoimune, o que significa que o próprio sistema imunológico do corpo, que normalmente protege contra infecções e doenças, ataca erroneamente as articulações e outros órgãos. Esse ataque resulta em uma resposta inflamatória crônica nas articulações afetadas e causa uma série de sintomas que superam as dores articulares.

Essa condição diferencia-se de outras formas de artrite por ser autoimune. Embora a causa exata da artrite reumatoide ainda não seja completamente compreendida, fatores genéticos, ambientais e hormonais parecem exercer influência na manifestação da doença. Há uma predominância em mulheres, sugerindo que hormônios sexuais, como o estrogênio, estejam envolvidos.

O interessante é que a AR não é exclusiva das articulações, mas uma doença reumática sistêmica. Os revestimentos sinoviais das articulações são os mais atingidos, mas a inflamação também afeta os olhos, pulmões, coração, pele e vasos sanguíneos. 

Ao longo do tempo, a persistente inflamação articular da artrite reumatoide causa dano irreversível e deformidades nas articulações. Por isso, o diagnóstico precoce e a intervenção eficaz são cruciais para impedir a progressão e promover qualidade de vida ao paciente. Ao compreender o que é artrite reumatoide e como opera no organismo, fica evidente a importância do tratamento e acompanhamento médico adequado.

Quais são os sintomas?

A artrite reumatoide é uma doença multifacetada, cujos sintomas variam consideravelmente entre os pacientes e mudam com o passar do tempo, muitas vezes, alternando entre períodos de atividade intensa (chamados de “flare-ups”) e remissão. No entanto, existem manifestações comuns, que auxiliam no diagnóstico e entendimento da doença:

  • Dor e inchaço nas articulações: os primeiros sinais de artrite reumatoide geralmente envolvem as articulações menores, como os das mãos, pulsos e pés. A dor é frequentemente simétrica, afetando as mesmas articulações em ambos os lados do corpo;
  • Rigidez matinal: muitas pessoas com artrite reumatoide experimentam rigidez nas articulações ao acordar. Essa rigidez pode durar algumas horas e é diferente da rigidez muscular após um esforço físico;
  • Nódulos reumatóides: caroços firmes de tecido que se formam sob a pele, principalmente em áreas pressionadas, como os cotovelos. Embora não sejam dolorosos, talvez sejam indicativos da presença da doença;
  • Fadiga: esse é um sintoma subestimado, mas significativamente debilitante para muitos pacientes. A fadiga pode ser tanto o resultado direto da inflamação quanto consequência das perturbações do sono associadas à dor;
  • Febre: em casos de atividade intensa da doença, manifesta-se a febre de baixo grau, refletindo a resposta inflamatória do corpo;
  • Problemas oculares: a artrite reumatóide causa secura, dor, vermelhidão e visão turva. Em casos mais raros, provoca inflamação de partes do olho;
  • Sintomas sistêmicos: como mencionado, a AR é uma doença sistêmica. Assim, afeta pulmões, coração e vasos sanguíneos, resultando em sintomas como falta de ar, palpitações ou dores no peito;
  • Osteoporose: pacientes com artrite reumatoide são mais propensos à osteoporose, uma condição que enfraquece os ossos e aumenta o risco de fraturas.

É fundamental lembrar que, embora esses sintomas sejam indicativos de artrite reumatoide, eles também se manifestam em outras doenças e condições. Por isso, é essencial procurar uma avaliação médica para um diagnóstico preciso. Reconhecer e compreender esses sintomas é o primeiro passo para buscar tratamento e alívio adequados.

Quais as diferenças para artrite e artrose?

Embora ambos sejam distúrbios das articulações, eles são distintos. A artrite é um termo genérico usado para inflamação das articulações. Já a artrite reumatoide é um tipo de artrite crônica e autoimune. A artrose, por sua vez, é uma doença degenerativa, decorrente do desgaste da cartilagem das articulações.

Como é feito o diagnóstico?

O diagnóstico da artrite reumatoide se baseia em exames físicos, sintomas e alguns testes específicos, como exames de sangue e radiografias. A presença de anticorpos como o Fator Reumatóide (FR) é indicativa da doença.

Como é o tratamento?

O tratamento visa à remissão dos sintomas e à prevenção de danos articulares, por meio de medicamentos anti-inflamatórios, imunossupressores e fisioterapia. A mudança no estilo de vida e adoção de uma dieta saudável também ajudam a aliviar os sintomas.

Opções de remédios naturais

Além dos tratamentos convencionais, existem remédios naturais, que ajudam a aliviar os sintomas, tais como medicamentos que contêm ora-pro-nóbis, colágeno, boswellia serrata, cúrcuma longa entre outros.

A Farmácia Sempre Viva e seu compromisso com sua saúde

A Farmácia Sempre Viva é uma defensora do bem-estar e da saúde. Com uma variedade de produtos, incluindo medicamentos manipulados com base em ingredientes naturais, que auxiliam no tratamento de artrite reumatoide, estamos comprometidos a encontrar alívio e qualidade de vida. 
Agora que você sabe o que é artrite reumatoide, continue no nosso site, conheça nossas opções de tratamento e saiba como a FSV será sua aliada contra a artrite reumatoide!

Vivian Costa
Vivian Costa

Olá, sou a Vivian Costa, Farmacêutica, apaixonada por saúde preventiva, antienvelhecimento e beleza, com foco para minha Farmácia de Manipulação; a Sempre Viva. Estou sempre atenta às novidades, adoro desenvolver novas fórmulas e vou compartilhar um pouco de tudo com vocês. Veja um pouco da minha trajetória em: http://blog.farmaciasempreviva.com.br/curriculo/

Artigos: 408

Deixe uma resposta