mulher com as mãos sob a barriga precisando de remédio para parasitas intestinais

Remédio para parasitas: opções naturais e como se prevenir

Se você sente que precisa de um remédio para parasitas, leia este material que reúne os principais compostos naturais capazes de mitigar o problema e promover o tratamento e combate às verminoses intestinais.

O que são doenças parasitárias?

Os parasitas são organismos que podem viver dentro ou sobre um hospedeiro. Como o nome sugere, eles tiram energia e alimento do hospedeiro e, por isso, representam um grande malefício ao corpo humano. 

Parasitas intestinais

Os parasitas intestinais podem ser vermes e protozoários. A contaminação ocorre de várias formas, sendo as principais o consumo de água contaminada, a ingestão de alimentos contaminados ou por meio de ferimentos existentes na pele.

Se a pessoa se alimenta muito fora de casa em locais não muito seguros (ou pede bastante delivery de comida), se vive em situação de precariedade de saneamento básico ou se não é tão atenta à higiene das mãos, as chances de contaminação por parasitas são muito maiores.

Quais são os principais sintomas?

Os principais sintomas que você pode desenvolver quando está com uma infecção parasitária incluem:

  • Arrepios;
  • Dores de estômago e sensibilidade;
  • Fadiga;
  • Perda de apetite;
  • Problemas digestivos, incluindo prisão de ventre, diarreia, vômitos, gases e azia;
  • Sintomas de desidratação.

Existem remédios naturais para parasitas?

Sim! Há alguns suplementos naturais que podem ajudar a lidar com o problema, como:

  • Noz preta: utilizada há muitos anos para o tratamento de parasitas. Sugestão de uso: 250 mg 3 vezes ao dia;
  • Absinto: conhecido por suas propriedades antiparasitárias. Sugestão de uso: 200 mg 3 vezes ao dia;
  • Óleo de orégano: possui efeitos antiparasitários e antibacterianos. Sugestão de uso: 500 mg 4 vezes ao dia;
  • Extrato de semente de toranja: demonstrou ter propriedades antimicrobianas e atuar contra diversos microrganismos – tomar conforme as instruções;
  • Óleo de cravo: rico em eugenol, é um composto que ajuda a combater organismos prejudiciais. Sugestão de uso: 500 mg 4 vezes ao dia ou 4 xícaras do chá;
  • Probióticos: bactérias do bem que ajudam a flora intestinal a repovoar os micróbios que promovem a saúde digestiva. Sugestão de uso: de 1 a 2 cápsulas por dia.
  • Kit Detox Parasitário: remédio para parasitas natural que foi desenvolvido para eliminar vermes, parasitas e protozoários do organismo. As cápsulas devem ser tomadas semanalmente (durante 4 semanas).

Importante: o Kit Detox Parasitário possui formulação rica em componentes que combatem vermes intestinais, como alho, carvão ativado, espinheira santa, albendazol, banaba, cravo, absinto e berberis, sendo um remédio natural.

Alimentos antiparasitários importantes

Além de remédio para parasitas, há alguns alimentos que ajudam o corpo no combate a esses organismos:

  • Alho e cebola: vegetais que aumentam o sistema imunológico e possuem efeitos antiparasitários, podendo destruir agentes patogênicos;
  • Orégano e gengibre: essas especiarias possuem efeito antibacteriano e antiparasitário, ajudando a matar parasitas e prevenir infecções;
  • Abacaxi e mamão: ambas as frutas possuem componentes que ajudam a combater parasitas;
  • Óleo de coco: outro alimento que possui propriedades antibacterianas e antimicrobianas;
  • Alimentos ricos em probióticos: iogurte, kefir e chucrute, por exemplo, ajudam a controlar os parasitas e melhorar a saúde intestinal;
  • Vinagre de maçã: ajuda a restaurar o pH do organismo e a melhorar a digestão;
  • Vegetais frescos em geral: são fontes de nutrientes e compostos que ajudam a proteger e nutrir o intestino, além de fibras que estimulam o bom funcionamento intestinal.

E métodos de prevenção

Alguns hábitos ajudam a prevenir o aparecimento de verminoses no corpo humano. São eles:

Cozinhar bem a carne (o que inclui os peixes)

Há quem tenha o costume de comer carne vermelha malpassada e peixe cru, mas esse hábito é a causa mais comum de infecções por vermes, principalmente tênias, e a melhor forma de se proteger é cozinhando bem as carnes antes de consumi-las.

Ter uma boa alimentação

Até mesmo na presença de parasitas, a boa alimentação tem influência. Uma dieta à base de vegetais, verduras, legumes e frutas fornece os nutrientes necessários ao corpo para prevenir infecções intestinais e complicações.

Além disso, a boa alimentação ajuda a aumentar a imunidade, o que pode diminuir as chances de se infectar com um parasita.

Lavar as mãos e fazer a higiene pessoal

Bons hábitos de higiene, como lavar as mãos, lavar os alimentos, evitar andar descalço e manter a casa limpa ajudam a eliminar ovos dos parasitas.

Fases da lua

Até mesmo as fases da lua podem interferir na desparasitação. A lua interfere no sistema reprodutivo dos vermes e parasitas. É entre a lua nova e a lua cheia que os parasitas se expõem mais, pois eles saem dos tecidos para copular e desovar.

E é neste momento que devemos agir tomando, fazendo uso de medicamentos que possam combater os parasitas.

O kit detox da Farmácia Sempre Viva foi desenvolvido para a realização de uma rotina a cada ano de eliminação de vermes, protozoários e parasitas em nosso organismo.

Remédio para parasitas: encontre o Kit Detox Parasitário na Farmácia Sempre Viva

Mais do que procurar por um remédio para parasitas, é fundamental realizar a profilaxia para se prevenir e evitar a presença de parasitários no organismo. O Kit Detox Parasitário da Farmácia Sempre Viva tem ambas as funções: prevenção e tratamento.

Por ser um remédio natural, você pode tomá-lo sem medo, seguindo sempre as instruções e a periodicidade de uso.

Encontre o Kit Detox Parasitário da Farmácia Sempre Viva aqui pelo site.

Vivian Costa
Vivian Costa

Olá, sou a Vivian Costa, Farmacêutica, apaixonada por saúde preventiva, antienvelhecimento e beleza, com foco para minha Farmácia de Manipulação; a Sempre Viva. Estou sempre atenta às novidades, adoro desenvolver novas fórmulas e vou compartilhar um pouco de tudo com vocês. Veja um pouco da minha trajetória em: http://blog.farmaciasempreviva.com.br/curriculo/

Artigos: 408

Deixe uma resposta