mulher adulta pensando em realizar uma terapia de reposição hormonal feminina

Vale a pena realizar uma terapia de reposição hormonal feminina?

A menopausa quer dizer o fim definitivo da menstruação e também da fertilidade. Por definição, a menopausa ocorre 12 meses após o último ciclo menstrual.

Essa transição pode ocorrer a partir dos 30 anos, e a maior parte das mulheres entram na menopausa entre 40 e 50 anos. Muitas mulheres sentem vários sintomas desagradáveis no início do climatério. 

Nesse momento, é possível verificar tratamentos para serem feitos, como uma terapia de reposição hormonal feminina. Confira os detalhes sobre o climatério e como você pode amenizar os sintomas que o acompanham.

O que são climatério e menopausa?

O climatério é um processo em que ocorre a redução de fabricação natural de hormônios, como o estrogênio e a progesterona, nos ovários, que são responsáveis por regular os ciclos menstruais, portanto, quando chega a fase da menopausa, a pessoa para de menstruar.

A redução desses hormônios implica diversos sintomas para o corpo, como um calor excessivo que vai e volta, ressecamento vaginal, alterações no humor e estrutura capilar mais fragilizada, ocorrendo quedas.

Além desses sintomas, há a presença de cansaço extremo, dificuldades para dormir, suor em demasia durante a noite, redução do desejo sexual, pele mais ressecada, incontinência urinária e outros sintomas a mais que acabam afetando a paciente no dia a dia.

Devido a essa ocorrência de sintomas que interferem no bem-estar, é possível realizar uma terapia de reposição hormonal. 

Neste conteúdo, abordaremos sobre os benefícios e a necessidade de realizar esse tipo de terapia para melhorar a qualidade de vida durante a menopausa, principalmente para pessoas que têm sintomas mais intensos ou moderados.

O que é a reposição hormonal feminina?

Principalmente com a finalidade de reduzir os sintomas que ocorrem durante a menopausa, a reposição hormonal feminina, terapia da reposição hormonal ou modulação hormonal é uma maneira de repor a progesterona e o estrogênio no corpo.

Quando essa reposição é feita com fitoterápicos, há o estímulo à produção desses hormônios, amenizando as queixas dos sintomas do climatério.

Como funciona?

A terapia de reposição hormonal é realizada de diversas formas, com a combinação dos dois hormônios ou por meio do estrogênio, somente, podendo ser feita a partir de gel, adesivos, anel vaginal ou com cápsulas.

Reposição hormonal com géis ou cremes transdérmicos

A terapia de reposição hormonal normalmente é realizada com hormônios bioidênticos, que são estruturas hormonais sintéticas idênticas ao natural.

Esse tipo de terapia sempre deve ser acompanhado de perto pelo médico, pois utiliza doses personalizadas para cada mulher, e é por isso que devem ser manipuladas em sua farmácia de manipulação de confiança.

Devido à personalização das doses, que, em muitos casos, pode ser para uma dosagem bem pequena, muitos médicos preferem chamá-la de modulação hormonal.

Em geral, a modulação hormonal é feita utilizando cremes transdérmicos (penetração através da pele, para depois entrarem na corrente sanguínea) ou implantes hormonais de liberação diária.

Reposição Hormonal Natural

Existe um outro tipo de reposição hormonal feito a partir de alimentos ou plantas fitoterápicas. Essas plantas têm a capacidade de estimular o próprio corpo a produzir mais hormônios ou mesmo aliviar sintomas da menopausa, como ondas de calor ou desconfortos na região da vagina.

Para isso, utiliza-se o fitoestrogênio de alguns alimentos, como amora, soja e linhaça, ou fitoterápicos, como Yam Mexicano.

Quais os efeitos e os benefícios para a mulher?

A partir da terapia de reposição hormonal, a pessoa recebe diversos benefícios para seu organismo, melhorando a rotina e a qualidade de vida. Veja:

  • Recuperação da satisfação sexual, aumentando a libido e reduzindo a dor durante a relação sexual;
  • Redução dos suores noturnos;
  • Alívio de outros sintomas da menopausa;
  • Redução da depressão;
  • Auxilia na prevenção da osteoporose;
  • Diminui a sensação de calor constante;
  • Ameniza a insônia;
  • Suaviza a irritabilidade;
  • Reduz as chances de infecção urinária;
  • O tratamento pode prevenir a demência;
  • Diminui os quadros de ansiedade;
  • Eleva a autoestima;
  • Otimiza o sistema nervoso central;
  • Aumenta a disposição para realizar atividades do dia a dia.

É importante consultar um médico especialista?

Devido ao fato de cada organismo precisar de uma quantidade específica, é necessário consultar um profissional da saúde, algumas das especialidades mais procuradas são ginecologistas, endocrinologistas ou nutrólogos.

Esses médicos irão indicar o tempo de uso de acordo com a avaliação que realizará e os ajustes necessários de dosagem durante o tratamento, além da necessidade de verificar os riscos que cada pessoa pode correr durante a utilização dessa terapia de reposição hormonal.

Existem efeitos colaterais?

Sim, há riscos, no entanto, na maior parte das vezes, o risco aumenta devido a dosagens incompatíveis com o quadro clínico e exames da mulher.

Durante muito tempo, a terapia da reposição hormonal feita com hormônios bioidênticos gerou medo em muitas mulheres. Algumas pesquisas apontavam para aumento do risco do desenvolvimento de câncer.

Aqui vale enfatizar: tratamentos com hormônios bioidênticos precisam ser acompanhados de perto por um bom médico que entenda do assunto. Se feita da maneira correta não há o que temer – de fato traz melhor qualidade de vida para a mulher.

Caso você queira ter mais conhecimento e informações sobre a reposição hormonal feminina, acesse a loja de manipulação e homeopatia da Farmácia Sempre Viva e veja também outros produtos que colaboram para o tratamento e enriquecimento da sua saúde!

Veja mais: remédio para menopausa

Vivian Costa
Vivian Costa

Olá, sou a Vivian Costa, Farmacêutica, apaixonada por saúde preventiva, antienvelhecimento e beleza, com foco para minha Farmácia de Manipulação; a Sempre Viva. Estou sempre atenta às novidades, adoro desenvolver novas fórmulas e vou compartilhar um pouco de tudo com vocês. Veja um pouco da minha trajetória em: http://blog.farmaciasempreviva.com.br/curriculo/

Artigos: 413

Deixe uma resposta