COI endossa a suplementação de Colágeno para desempenho esportivo

Recentemente o COI (Comitê Olímpico Internacional) fez uma revisão de suas diretrizes e estabeleceu um consenso para os suplementos nutricionais. É a primeira vez que o COI aborda e confirma o uso de alguns suplementos nutricionais para atletas de alto rendimento.

Vários cientistas da área esportiva publicaram um artigo na renomada publicação científica British Journal of Sports Medicine, que além de estabelecer um consenso sobre os suplementos alimentares, fazem também a indicação do uso dos principais suplementos permitidos (Maughan et al. 2018).

Sempre houve muita cautela pela organização, que anteriormente acreditava que os suplementos pudessem interferir na questão do doping, com a contaminação proposital ou não de substâncias proibidas. Inclusive muitos órgãos governamentais que apoiavam os esportes olímpicos costumavam desencorajar os suplementos, no entanto, a partir de agora passam a adotar o uso sensato de suplementos, através de uma análise dos benefícios, uso seguro e permissão para uso.

Muitos atletas de alto rendimento ou amadores de todo mundo usam algum tipo de suplemento alimentar por uma série de razões diferentes, que variam desde gerenciamento de uma deficiência de nutrientes à geração de benefícios diretos ou indiretos ao desempenho. Tal uso generalizado de suplementos em todos os níveis do esporte levou à necessidade de uma opinião consensual sobre o uso prático de suplementos alimentares por atletas.

Colágeno é um dos poucos suplementos aprovados pelo COI

O colágeno tem sido reconhecido entre os poucos suplementos que podem apoiar a saúde e o desempenho dos atletas, com base nas pesquisas desenvolvidas com os chamados Colágenos Especiais, do tipo II ou Peptídeos Bioativos de Colágeno. É importante ressaltar que o colágeno do tipo II e o peptídeos bioativos de colágeno são diferentes dos tradicionais colágenos hidrolisados, nós abordamos esse assunto neste post.

Dentre os milhares de produtos diferentes no mercado, poucos são extremamente seguros, eficazes e podem fornecer benefícios relacionados ao desempenho ou à saúde dos atletas.

A proteína de colágeno foi reconhecida por suas boas e emergentes evidências relacionadas ao seu potencial de melhorar a capacidade de um atleta treinar com força, prevenindo lesões ou acelerando o retorno ao jogo e evitando situações que limitam o desempenho em geral.

O colágeno pode ajudar na capacidade de treinamento, recuperação, dores musculares e gerenciamento de lesões.

O COI também reconheceu a importância de alcançar uma massa corporal e composição ótimas para o desempenho de atletas em muitos eventos. A proteína foi considerada o principal suplemento para ganhar massa magra em combinação com exercício de resistência, e para perder massa gorda em combinação com um déficit de energia induzido por exercício ou dieta.

Colágenos de proteínas isoladas suplementares, auxiliam no ganho de massa magra e na perda de massa gorda.

Dieta x Suplementação na visão do COI

O COI reforça que a correta nutrição contribui valiosamente para o desempenho atlético, e que o uso de suplementos não compensa as más escolhas alimentares ou uma dieta inadequada. No entanto, os atletas não são imunes a práticas alimentares inadequadas e podem estar em maior risco de deficiências devido ao aumento da rotatividade de tecidos e perdas, de modo que a suplementação pode ser necessária.

Não é incomum que os atletas tenham uma dieta pobre em proteína de colágeno, pois procuram os cortes magros de frango, removem a pele do peixe ou evitam miúdos ou cortes de carnes mais fortes, na tentativa de reduzir a ingestão de gordura. Isso pode ser ainda mais preocupante na dieta de atletas veganos – tema que abordaremos em um post futuro –  suplementação para estimular a produção do colágeno, utilizando silício orgânico..

Os Colágenos especiais são versáteis e seguros

Os colágenos especiais podem ser facilmente incorporados em suplementos nutricionais e produtos alimentícios funcionais. Provenientes de fontes de proteínas naturais com odor e sabor neutros, proporcionam uma excelente dissolução e solubilidade e não interagem com uma grande variedade de outros ingredientes.

Não apresentam nenhum risco em testes de doping, sendo substâncias permitidas, consideradas alimentos funcionais. Não houve nenhum registro de efeitos adversos dos colágenos em qualquer estudo clínico, sendo que seu potencial alergênico é extremamente baixo. Também não há interações registradas com drogas ou outros ingredientes.

Saiba mais e compre na loja online da Farmácia Sempre Viva!

                            UC-II para articulações                  Bodybalance para o tônus muscular

                                                      

Fonte:

Maughan RJ, Burke LM, Dvorak J, et al IOC consensus statement: dietary supplements and the high-performance athlete. British Journal of Sports Medicine. Published Online First: 14 March 2018.
http://dx.doi.org/10.1136/bjsports-2018-099027

Olá, sou a Vivian Costa, Farmacêutica, apaixonada por cosméticos e tudo relacionado à beleza, saúde e atividade física foco da minha Farmácia de Manipulação; a Sempre Viva. Estou sempre atenta às novidades, adoro desenvolver novas fórmulas e vou compartilhar um pouco de tudo com vocês.

Vivian Costa
Vivian Costa
Olá, sou a Vivian Costa, Farmacêutica, apaixonada por cosméticos e tudo relacionado à beleza, saúde e atividade física foco da minha Farmácia de Manipulação; a Sempre Viva. Estou sempre atenta às novidades, adoro desenvolver novas fórmulas e vou compartilhar um pouco de tudo com vocês.