dormir melhor

Não consegue dormir? 5 hábitos que podem prejudicar seu sono

Depois de um longo dia de trabalho e talvez ainda uma rotina doméstica extenuante – nada melhor que uma boa noite de sono para relaxar o corpo e a mente. Mas está difícil pegar no sono? Talvez alguns hábitos ruins estejam arruinando boas noites de sono. Quer se livrar deles? Confira as 5 dicas que preparamos.

Listamos 5 hábitos ruins para o sono. Diga adeus para eles:

1. Tempo excessivo de tela antes de dormir

A luz azul emitida pelas telas de nossos celulares atrapalha nosso ritmo circadiano, que por sua vez  impede de alcançar o sono reparador. O corpo entende que ainda é dia e precisa se manter alerta e a vontade de ir para a cama acaba ficando para depois.

A luz das telas tende a suprimir a produção de melatonina do nosso corpo, um hormônio que controla o ciclo sono-vigília. Níveis insuficientes desse hormônio podem causar insônia, sonolência diurna e irritabilidade.

Isso sem falar que redes sociais (e a mídia em geral, incluindo canais streaming) são máquinas para te manter ligado e querem que você entregue seu bem mais precioso – seu tempo!

Se você está na frente de alguma tela, consumindo conteúdo, vendo fotos e vídeos é claro que o interesse no sono fica em segundo plano. Não postergue seu sono, ele deve ser uma prioridade para você!

2. Não se expor ao sol o suficiente

Ficar trancado dentro de casa o dia inteiro e não se expor ao sol afeta seu ritmo circadiano, que por sua vez afeta a produção de melatonina e impede que você alcance o sono reparador.

Abra as janelas e se exponha à claridade do dia para seu corpo entender que já é dia. Isso regulariza seu ritmo circadiano e consequentemente a produção de melatonina.

Se exponha ao sol logo pela manhã para regular seu ciclo circadiano e dormir bem à noite. Fonte: Unplash via Daoudi Aissa

3. Excesso de cafeína

Cafezinho é paixão nacional e não tem problema nenhum em tomá-lo para se sentir energizado. Mas acaba se tornando um problema quando o consumo excessivo impede que você adormeça.

A cafeína pode ser metabolizada de 2 a 12 horas, sim até 12 horas! Então aquele cafezinho que você tomou às 17 horas para dar aquele gás na reunião, pode estar prejudicando demais seu sono.

Manere na quantidade de café e se limite a tomá-lo até depois do seu almoço.

4. Altos níveis de estresse

Rolar na cama de um lado para o outro e não conseguir manter os olhos fechados pode ser devido a altos níveis de estresse. A falta de sono aciona o sistema de resposta ao estresse do nosso corpo e, por sua vez, eleva o nível do hormônio do estresse chamado cortisol, que afeta ainda mais o sono.

Busque alternativas para reduzir a insônia e maneiras de gerenciar seu estresse, como atividades físicas, técnicas de meditação e respiração.

5. Comer em altas horas

Entrar no aplicativo de entregas e depois comer aquele hambúrguer ou pizza altas horas da noite te traz uma tremenda sensação de bem-estar. No entanto, refeições pesadas antes de dormir atrapalham seu sono, já que dificultam a digestão e afetam nosso padrão de sono.

Alimentar-se altas horas da noite também prejudica seu ritmo circadiano e o foco do seu corpo estará em processar o alimento e não em dormir.

Algum dia saiu fora do esquema? Use enzimas digestivas para ajudar seu corpo a processar a comida fora de hora.

Suplementos que te ajudam a dormir

Alcançar o verdadeiro sono revigorante garante o rendimento máximo no dia seguinte. Sua produtividade vai lá para baixo se você luta para pegar sono ou acorda muitas vezes à noite ou ainda dorme poucas horas (menos de 6 horas).
Alguns suplementos podem te ajudar a dormir melhor, mas fique ciente que você precisa fazer o dever de casa, ou seja, eliminar hábitos ruins que prejudicam seu sono.

Vivian Costa
Vivian Costa

Olá, sou a Vivian Costa, Farmacêutica, apaixonada por saúde preventiva, antienvelhecimento e beleza, com foco para minha Farmácia de Manipulação; a Sempre Viva. Estou sempre atenta às novidades, adoro desenvolver novas fórmulas e vou compartilhar um pouco de tudo com vocês. Veja um pouco da minha trajetória em: http://blog.farmaciasempreviva.com.br/curriculo/

Artigos: 408

Deixe uma resposta