ilustração de vasodilatadores

Vasodilatadores: o que são e para que servem

Viagra, Captopril, Diltiazem: algum desses remédios você já deve ter ouvido falar e pode até conhecer alguém que já usou. Mas, afinal, você sabe o que são, como agem e do que são feitos esses tipos de medicamentos?

Geralmente eles são utilizados em casos de impotência sexual, no caso do Viagra ou para auxiliar em casos de infarto, hipertensão no caso do Captopril e Diltiazem, dentre outras indicações. Entretanto, todas essas medicações foram concebidas a partir de uma molécula em comum com a mesma finalidade e, apesar de trabalharem pontos diferentes do corpo humano, são vasodilatadoras.

O que é um vasodilatador?

O vasodilatador tem a responsabilidade de dilatar os vasos sanguíneos e facilitar a passagem sanguínea, auxiliando na oxigenação e os nutrientes, como glicose e aminoácidos, por exemplo, durante a passagem pelo corpo.

Algo que é surpreendente dos vasodilatadores é que não dilatam os vasos do coração, somente as veias dos músculos, portanto não força esse órgão a bombear mais sangue, e a pressão arterial se reduz.

Para realizar esse processo, os suplementos contêm ingredientes que formam um vasodilatador natural: o óxido nítrico, que é o principal agente.

Óxido nítrico: como age no organismo?

O óxido nítrico é uma molécula natural que é produzida no nosso organismo. Esse agente é um radical livre que tem um número ímpar de elétrons, portanto é extremamente tóxico por ser uma molécula instável. Porém, nos mamíferos, para quantidades pequenas – ajuda o nosso organismo a se proteger.

Essa molécula gasosa é produzida por macrófagos, que são células que trabalham na defesa do sistema imunológico e têm como missão proteger o nosso organismo de bactérias e outros invasores desconhecidos.

Além da proteção imunológica, o óxido nítrico é um neurotransmissor que dá suporte ao setor do aprendizado e da memória e tem sido estudado para as seguinte áreas:

  • Neurologia: estudo do sistema nervoso;
  • Cardiologia: estudo do coração e vasos sanguíneos;
  • Gastroenterologia: estudo dos aparelhos digestivos;
  • Nefrologia: estudo do sistema urinário e, principalmente, dos rins.

A L-arginina e L-citrulina são as “matérias-primas” necessárias para o corpo converter o óxido nítrico.

O vasodilatador auxilia em quê?

Já sabemos o que é um vasodilatador, mas, afinal, em que auxilia o nosso organismo?

Pressão arterial

Por ser um radical livre, o vasodilatador natural gera um relaxamento muscular, dilatando os vasos sanguíneos e, consequentemente, regula o fluxo sanguíneo e age no controle da pressão arterial.

A fim de medir a eficácia da suplementação de Óxido Nítrico (NO), pesquisadores do Hypertension Institute em Nashville (EUA) recrutaram 30 pacientes com pressão média de 144 por 9 (mmHg). A suplementação de óxido nítrico resultou em uma redução de 4 mm Hg na pressão arterial e em alguns casos até 5 mm Hg, após 20 minutos. Os pesquisadores concluíram que a suplementação de NO parece reduzir a pressão arterial, melhorar a função vascular e restaurar a função endotelial em pacientes com hipertensão.

Coração

O vasodilatador natural gera era um auxílio em situações de infarto e dor no peito devido à circulação mais controlada de sangue e oxigenação no corpo.

A saúde do coração tem tudo a ver com o tópico anterior sobre pressão arterial. O óxido nítrico relaxa os vasos sanguíneos e melhora o fluxo sanguíneo nas artérias do coração. Além disso, através da ação do óxido nítrico há a desobstrução das artérias, com melhora na dor no peito, angina e doença arterial coronariana.

Existem evidências consistentes provando que a produção de óxido nítrico (NO) é anormal em pacientes com insuficiência cardíaca (cardiopatias).

Rins

Quando há problemas renais em que os rins não conseguem filtrar os agentes tóxicos do corpo, a vasodilatação impulsiona o transporte e a filtragem.

Diabetes

Quem tem diabetes tende a apresentar má circulação sanguínea dependendo do nível, acarretando, inclusive, disfunção erétil, com os vasodilatadores, há um alívio dos sintomas se o tratamento for feito corretamente, com melhora da sensibilidade à insulina.

Falta de óxido nítrico

Algumas pessoas sofrem com a falta de óxido nítrico, acarretando problemas de circulação, então, com os vasodilatadores, isso é controlado.

Exemplo de medicamento utilizado: Tadalafil com Arginina.

Disfunção erétil

Para pessoas que sofrem com disfunção erétil, os vasodilatadores são importantes para a potencialização do órgão, pois fazem com que a oxigenação ocorra corretamente.

Atividades físicas

Além de auxiliar em doenças, os vasodilatadores, por relaxarem os músculos, têm a capacidade de potencializar o desempenho na hora de realizar exercícios físicos. Eles dilatam, oxigenam e nutrem mais o organismo, garantindo que o cansaço muscular durante o treino seja reduzido, a recuperação seja mais rápida e aumentando o processo de massa muscular.

Veja também: Alprostadil em pomada para disfunção erétil / pill food

Efeitos colaterais

O uso de suplementação pode ocasionar alguns efeitos colaterais – apesar de serem raros, podem acontecer. Portanto, fique atento(a) caso haja:

  • náusea;
  • dor de cabeça;
  • dor nas articulações;
  • tontura;
  • pressão arterial mais baixa que o normal;
  • arritmia;
  • erupções cutâneas;
  • inchaços;
  • retenção de líquido.

O acompanhamento por profissional de saúde é importante para considerar suas individualidades e obter melhores resultados com a suplementação.

Para ter mais informações e tirar dúvidas sobre o vasodilatador natural, acesse a loja da farmácia de manipulação e homeopatia Farmácia Sempre Viva!

Saiba mais: para que serve o chá de cavalinha

Vivian Costa
Vivian Costa

Olá, sou a Vivian Costa, Farmacêutica, apaixonada por saúde preventiva, antienvelhecimento e beleza, com foco para minha Farmácia de Manipulação; a Sempre Viva. Estou sempre atenta às novidades, adoro desenvolver novas fórmulas e vou compartilhar um pouco de tudo com vocês. Veja um pouco da minha trajetória em: http://blog.farmaciasempreviva.com.br/curriculo/

Artigos: 413

2 comentários

Deixe uma resposta