Vitamina D3 melhora a imunidade e a recuperação no câncer

A vitamina D3 torna as células do melanoma menos agressivas e dessa forma aumenta os efeitos da imunoterapia, uma terapia promissora utilizada no tratamento de alguns cânceres – é o que descobriram os cientistas da Cancer Research do Reino Unido.

O melanoma é um tipo de câncer que se desenvolve nos melanócitos, células responsáveis pela pigmentação da pele, sendo popularmente chamado de câncer de pele.

Já era conhecido que baixos níveis de vitamina D circulantes no corpo têm sido associados a maiores incidências de determinados tipos de câncer, mas ainda era pouco conhecido como se dava este mecanismo.

Agora, pesquisadores da Universidade de Leeds descobriram que a vitamina D influencia o comportamento de uma via de sinalização dentro das células de melanoma, o que diminuiu o crescimento e impediu a propagação para os pulmões.

Existem 16.000 novos casos de câncer de pele com melanoma no Reino Unido todos os anos e apenas 55% das pessoas com melanoma em estágio mais recente sobrevivem à doença por um ano ou mais.

Os pesquisadores dizem que suas descobertas, publicadas na  Cancer Research , podem levar a novas maneiras de tratar o melanoma.

A professora Julia Newton-Bishop e sua equipe queriam ver quais processos estavam sendo regulados pela vitamina D nas células de melanoma e o que acontece quando há uma falta de proteína na superfície das células de melanoma chamada receptor de vitamina D (VDR), que permite que a vitamina D se ligue à superfície da célula.

Professora Julia Newton-Bishop: cientista clínica que lidera o Grupo de Pesquisa em Melanoma da Universidade de Leeds. O foco desta equipe é entender melhor os fatores que podem influenciar o risco de uma pessoa desenvolver esse tipo de câncer de pele e como eles também podem afetar a perspectiva dos pacientes com a doença.

Mas atenção, a vitamina D utilizada nos experimentos foi a Vitamina D3.

O corpo humano consegue produzir até 20.000 UI de vitamina D3 diariamente, isso se houver exposição correta ao sol. Mas é possível obter a dose correta de Vitamina D3 através da alimentação?

No leite nós podemos obter a vitamina D2, mas não a D3. Uma fonte interessante é óleo de peixe Ômega-3, ovos e fígado bovino, mas a melhor fonte mesmo é o sol.

A produção natural de vitamina D3 depende em geral de 3 fatores: a latitude (distância da linha do Equador, que promove maior incidência solar), da Estação do ano (óbvio que inverno e outono a incidência solar é menor) e do horário do dia – claro que se expor ao sol por volta do meio-dia fará com que você produza mais vitamina D3.

Além disso, com o envelhecimento também há uma queda gradual na produção de vitamina D.

Tudo isso somado à vida moderna, trabalho em ambientes fechados e do grande medo de se expor ao sol, a suplementação com vitamina D3 se torna fundamental!

O estudo

Os pesquisadores analisaram a atividade do gene que produz o VDR em 703 tumores de melanoma humano e 353 tumores de melanoma humano que se espalharam do local inicial.

Os pesquisadores partiram do pressuposto que pacientes com melanoma geralmente evitam a exposição ao sol e a consequente deficiência de vitamina D pode piorar os resultados.

A atividade do gene VDR  (receptor de vitamina D) foi cruzada com outras características do paciente, como a espessura do tumor e a velocidade com que ele cresceu. Além disso, foi pesquisado se as quantidades de VDR nas células de melanoma humano estavam associadas a alterações genéticas que acontecem quando os tumores se tornam mais agressivos.

Os pesquisadores ainda utilizaram de ratos para para verificar se os níveis de VDR alteravam a capacidade do câncer de se espalhar.

Modulação do crescimento celular

A equipe descobriu que os tumores humanos com baixos níveis do gene VDR (receptor de vitamina D) cresceram mais rapidamente e tiveram uma atividade menor de genes que controlam as vias que ajudam o sistema imunológico a combater as células cancerígenas.

Eles também descobriram que os tumores com níveis mais baixos de VDR tinham uma atividade mais alta de genes ligados ao crescimento e à disseminação do câncer, especialmente aqueles que controlam a via de sinalização Wnt / β-catenina, que ajuda a modular uma variedade de processos biológicos dentro da célula, como a crescimento.

Nos ratos, os pesquisadores descobriram que o aumento da quantidade de VDR nas células de melanoma reduzia a atividade da via Wnt / β-catenina e retardava o crescimento das células de melanoma. Eles também descobriram que o câncer era menos provável de se espalhar para os pulmões.

Este estudo é um marco, segundo a coordenadora a pesquisa, após anos de estudos e numerosas pesquisas, foi possível verificar que o nível de vitamina D trabalha para influenciar o comportamento do melanoma, o que ajudará a entender como melhorar com o melanoma cresce e se espalha e dessa forma controlar novos alvos para controlá-lo.

A pesquisa ainda permitiu entender como a vitamina D ajuda o sistema imunológico a combater o câncer.

Embora a vitamina D3 (colecalciferol) não é considerada um tratamento de câncer, como a quimio ou radioterapia, ou mesmo imunoterarapia, ela deve ser sim utilizada para aumentar os efeitos da imunoterapia, que utiliza o próprio sistema imunológico para encontrar e atacar as células cancerígenas.

Vitamina D2 ou Vitamina D3, qual utilizar?

Meta-análise de mais de 50 estudos, incluindo mais de 94.000 pacientes mostrou que é a Vitamina D3 que salva vidas e não a D2.

Suplementação de Vitamina D3 da Farmácia Sempre Viva

A Vitamina D3 da Farmácia Sempre Viva é produzida em solução lipofílica, ou seja, a Vitamina D3 é dissolvida em uma solução de lipídios (óleo) o que garante melhor absorção pelo corpo.

Compre agora pela loja virtual da Farmácia Sempre Viva:

Ou envie sua dosagem personalizada de sua prescrição médica  no Envie sua Receita!

Você está em tratamento e seu médico ainda não prescreveu suplementação de Vitamina D3 para você? Converse com ele mostre as referências abaixo, caso precisar de maiores orientações, converse comigo – no Fale com a Farmacêutica Sempre Viva.

Referências

Bjelakovic G. Gluud LL, Nikolova D. Vitamin D supplementation for prevention fo mortality in adults. Cochrane Database Syst Rev. 2011 Jul 6. doi: 10.1002/14651858.CD007470.pub2.

Sathya Muralidhar, Anastasia Filia, Jérémie Nsengimana, Joanna Poźniak, Sally J. O’Shea, Joey M Diaz, Mark Harland, Juliette A. Randerson-Moor, Jörg Reichrath, Jonathan P Laye, Louise van der Weyden, David J. Adams, D.T. Bishop and Julia Newton-Bishop. Vitamin D-VDR signaling inhibits Wnt/beta-catenin-mediated melanoma progression and promotes anti-tumor immunity. Published OnlineFirst November 5, 2019. doi: 10.1158/0008-5472.CAN-18-3927

Olá, sou a Vivian Costa, Farmacêutica, apaixonada por cosméticos e tudo relacionado à beleza, saúde e atividade física foco da minha Farmácia de Manipulação; a Sempre Viva. Estou sempre atenta às novidades, adoro desenvolver novas fórmulas e vou compartilhar um pouco de tudo com vocês.

Vivian Costa
Vivian Costa
Olá, sou a Vivian Costa, Farmacêutica, apaixonada por cosméticos e tudo relacionado à beleza, saúde e atividade física foco da minha Farmácia de Manipulação; a Sempre Viva. Estou sempre atenta às novidades, adoro desenvolver novas fórmulas e vou compartilhar um pouco de tudo com vocês.