Você está com Imunidade Baixa? Saiba como melhorar

Imunidade baixa pode trazer problemas mais sérios e precisa de atenção para ser solucionada o quanto antes. Veja como aumentar imunidade com alimentação e suplementos naturais.

Imunidade é o nome que se dá para o conjunto de mecanismos que existem no nosso corpo para fazer a defesa do organismo contra a invasão de microrganismos e agentes patogênicos, como bactérias, protozoários e vírus.

As famosas dores de garganta, com ocorrências que podem vir a se tornar muito dolorosas, incluindo a formação de placas de pus na área infectada, são sinais de que o sistema imunológico está tentando limitar os locais de ação do microrganismo invasor.

Como aumentar imunidade

É possível aumentar consideravelmente a imunidade por meio de uma alimentação mais balanceada e rica em alguns alimentos específicos.

A geleia real é produzida pelas abelhas operárias e é muito rica em vitaminas, minerais e aminoácidos, contribuindo para a nutrição e bom funcionamento do sistema imunológico.

Algumas frutas, principalmente as cítricas, são ricas em vitamina C, um nutriente capaz de auxiliar na resistência do corpo. Em vista disso, é altamente recomendável consumir determinadas frutas, como acerola, morango, kiwi, laranja e limão.

Vegetais, principalmente os verde-escuros, como brócolis, couve, espinafre e rúcula, além do pimentão amarelo e vermelho, o feijão, os cogumelos, e alguns tipos de carne vermelha, como fígado de boi, são alimentos ricos em ácido fólico, que otimizam a formação de glóbulos brancos, fundamentais para as defesas do organismo.

Alimentos ricos em zinco são importantes, já que o mineral ajuda o corpo no combate contra gripes, resfriados e outras doenças diretamente associadas ao sistema imunológico. Exemplos desses alimentos são as carnes vermelhas e os cereais integrais, além de sementes, castanhas e leguminosas, como o grão de bico, o feijão, a ervilha e a lentilha.

As nozes, castanhas e amêndoas são ricas em vitamina E, e trazem várias vantagens para os idosos, combatendo o enfraquecimento do sistema imunológico na terceira idade.

O tomate é uma fruta rica em licopeno, substância que ajuda no combate de doenças cardiovasculares, mas também remove os radicais livres do corpo.

Além disso, o ômega-3 presente em peixes e no azeite ajuda a manter inflamações e infecções longe do organismo.

Alho, gengibre e óleo de coco são alimentos já amplamente conhecidos para tratar gripes, resfriados e viroses. São ricos em propriedades anti-inflamatórias, que fortalecem a imunidade do corpo.

Suplementações naturais para aumentar imunidade

Você está tendo com recorrência gripes, resfriados e dores de garganta?

Constantemente está fazendo uso de analgésicos e antitérmicos, como Dipirona, Paracetamol ou anti-inflamatórios como Ibuprofeno, Diclofenaco ou Nimesulida? Ou pior ainda está fazendo constante de antibióticos?

Cuidado! Preste mais atenção ao que seu corpo quer te falar. Tomando as medicações acima você está atacando as consequências não a causa dos problemas que se referem a baixa imunidade de seu organismo.

Antes de mais nada faça uma análise como anda sua alimentação. Você está comendo comida de verdade? Comida de verdade não vem da indústria, não é processada em máquinas. Veja se está se alimentando com algumas das dicas alimentares que listamos acima. Lembre-se que sair do sedentarismo também acelera todo o processo de melhora e qualidade de vida.

Nesta linha e antes de falar propriamente dos mais prestigiados suplementos naturais para imunidade, veja como está sua saúde intestinal. Fica alguns dias constipado ou com o intestino solto demais, evacua com regularidade sem que pensem que você assassinou um urubu?

Saiba que 70% das células do sistema imune estão localizadas no intestinos – ou seja, você precisa cuidar bem deles para ter boa saúde!

Suplementos naturais como o BioIntestil que é feito a partir do gengibre e óleo essencial de palmarosa, MicrobiomeX um extrato derivado de laranjas ajudam na missão de primeiro desinflamar o intestino, ao mesmo tempo que varre as bactérias ruins que prejudicam nossa digestão, criando um ambiente super favorável para que sua própria microbiota saudável (flora intestinal) possa se desenvolver. Também não podemos deixar de citar nosso tradicional Pool de Lactobacilos, elaborados com bactérias boas (probióticos), prebiótico (alimento para os probióticos se desenvolverem) e o aminoácido glutamina – fundamental para a saúde intestinal.

Esses suplementos para o intestino aos poucos reparam as paredes intestinais, evitando a terrível permeabilidade intestinal, ou seja, quando as paredes do intestino permitem que o corpo absorva alimentos não totalmente digeridos e inclusive permite que organismos patogênicos adentrem para nossa corrente sanguínea.

Finalmente, nós chegamos a lista tão aguardada dos suplementos prestigiados para aumentar sua imunidade, são eles:

EpiCor

Trata-se de um fermentado que foi descoberto “sem querer”. Em 1800 um inglês percebeu que animais alimentados com resto de comida fermentados com leite azedo pareciam adoecer menos. Com essa observação ele estudou as leveduras e desenvolveu um processo de fermentação especializado e uma das maiores indústrias de alimentação fermentada para animais do mundo.

Os anos se passaram e só em 1998, os gerentes dessa indústria perceberam que os funcionários expostos diariamente às leveduras faltavam bem menos ao trabalho devido às licenças médicas, se comparado a outros funcionários que não trabalhavam diretamente com as leveduras. A partir novamente desta observação, e após intensas pesquisas foi desenvolvido o EpiCor.

Pesquisas realizadas com o Epicor mostram que seus resultados no sistema imunológico são extraordinários – com seu uso há aumento da atividade dos glóbulos brancos, células chamadas de Natural Killer, encontrando níveis mais baixos de substâncias pró-inflamatórias. Sete estudos clínicos em humanos publicados mostram que o EpiCor não apenas melhora a saúde imunológica, mas também fortalece o sistema imunológico para mantê-lo saudável todos os dias. E olha alguns estudos mostram sua atividade benéfica para o função intestinal – é claro, pois é lá que encontramos grande parte de nosso sistema imune.

Equinácea

Uma das plantas mais conhecidas para combater gripes e resfriados. De fato a Equinácea possui atividade imunoestimulante, além de ser comprovadamente cicatrizante, antiviral e antibacteriano.

O extrato da Equinácea contêm fenóis, substâncias ativas que controlam a atividade de uma variedade de enzimas e receptores celulares e protegem a planta contra infecções e danos causados ​​por radiação ultravioleta (UV). Os fenóis têm propriedades antioxidantes, sendo bom para nossa saúde. Além disso, a equinácea contém alquilamidas que estimulam o sistema imunológico, bem como polissacarídeos, glicoproteínas.

Com ações antimicrobiana e antiviral, a Equinacea pode ser utilizada com segurança na prevenção e no tratamento de resfriados, tosses, bronquites, gripes, infecções urinárias, inflamações na boca e faringites.

Ômega 3

Um dos itens que devem conter em nossa alimentação para termos imunidade. O fato é que muitas vezes temos uma dificuldade tremenda em consumir peixes com alto teor de Ômega-3, sendo fundamental a suplementação.

Os ácidos graxos ômega-3 de cadeia longa podem ajudar a impulsionar o sistema imunológico, melhorando o funcionamento das células imunológicas, de acordo com pesquisa publicado no Journal of Leukocyte Biology. Segundo a pesquisa o consumo de DHA e EPA de óleo de peixe rico podem realmente melhorar a função de células imunes.

A dica aqui é preferir por suplementos que possuem uma boa quantidade de DHA e EPA (EPA + DHA de pelo menos 250 a 500 miligramas de cada um ao dia), além de ser comprovarem serem livres de metais pesados.

Vitamina D3

Nós já abordamos aqui a importância da Vitamina D3 na imunoterapia, um dos tratamentos promissores para o câncer. Muitas pessoas estão com baixíssimos níveis de Vitamina D3 o que acaba por prejudicar seu sistema imune.

Mas como a Vitamina D contribui para nossa imunidade? A vitamina D funciona ativando ou desativando genes e processos ligados à manutenção da saúde do corpo.

A vitamina D ativa é enviada para muitas áreas diferentes do corpo, incluindo ossos, intestinos, cólon, cérebro e células do sistema imunológico, todas com receptores de vitamina D. A vitamina D ativa se liga a esses complexos receptores, beneficiando nossa saúde.

Conheça todos os suplementos da Farmácia Sempre Viva para dar um impulso na sua imunidade.

Você tem uma receita personalizada do seu médico ou de seu nutricionista, envie agora neste link. Responderemos rapidamente para você com o orçamento!

Até a próxima!

Referências:

H.A. Giblot Ducray et al. “Mitigation of heat stress-related complications by a yeast fermentate product”​. Journal of Thermal Biology​​. Volume 60, Pages 26-32, DOI: 10.1016/j.jtherbio.2016.06.002

Gurzell, E. A., Teague, H., Harris, M., Clinthorne, J., Shaikh, S. R., & Fenton, J. I. (2013). DHA-enriched fish oil targets B cell lipid microdomains and enhances ex vivo and in vivo B cell function. Journal of leukocyte biology, 93(4), 463–470. doi:10.1189/jlb.0812394

Veja mais: ​Adipogen​ | ​Florais para crianças​ | ​Prosleep

Olá, sou a Vivian Costa, Farmacêutica, apaixonada por cosméticos e tudo relacionado à beleza, saúde e atividade física foco da minha Farmácia de Manipulação; a Sempre Viva. Estou sempre atenta às novidades, adoro desenvolver novas fórmulas e vou compartilhar um pouco de tudo com vocês.

Vivian Costa
Vivian Costa
Olá, sou a Vivian Costa, Farmacêutica, apaixonada por cosméticos e tudo relacionado à beleza, saúde e atividade física foco da minha Farmácia de Manipulação; a Sempre Viva. Estou sempre atenta às novidades, adoro desenvolver novas fórmulas e vou compartilhar um pouco de tudo com vocês.